menu

playlist

slide

Amor próprio


O assunto é amor próprio, será que realmente temos?
Muito se fala em se amar do jeito que somos, não se importar com a aparência, e tudo o mais.
Mas quando penso em Amor, penso logo em cuidados.
A famosa frase que diz, "quem ama cuida", tem a ver com o meu raciocínio de hoje.
Por exemplo, eu estou gorda, e devo me amar assim, correto, mas quando essa gordura está fazendo mal para mim, e afetando a minha saúde, entramos na parte do quem ama cuida, e devo me cuidar, de que forma? Eliminando a gordura.
Se eu me amo gorda, perdendo a gordura, não me amarei mais? Ou terei que reaprender a me amar??
Tudo isso é muito confuso e contraditório, logo penso que, amor próprio nunca deve estar ligado a nossa aparencia, mas sim a nossa essencia, a quem somos.
As aparencias mudam a cada ano, mesmo por que envelhecemos, e se formos muito apegados a isso, certamente sofreremos.
Portanto quando falarem a você que vc deve se amar do jeito que vc é, não se apegue a isso para continuar em um condição desfavorável a você. Leve isso como algo interior.
Esteja sempre focado no seu bem estar, na sua saúde e na sua vontade de ser melhor para você mesmo a cada dia!!
Esteja aberto a mudanças, e nao se importe com as cobranças ao seu redor, afinal, vc tem que ser melhor para você e não para os outros. Nunca se afunde, para provar algo para os outros, acredite, eles não se importam.


Eu fiz essas montagens, com o intuito de dizer que eu estando gorda ou magra, jovem ou velha, Bonita ou feia, isso não é o importante para mim.
Eu me amo pelo que sou, pela mãe que sou, pela filha que sou, pela esposa que sou, pela amiga que sou, pela MULHER que eu sou!!
Elogios baseados em minha aparência tornam meu dia mais bonito, e me arrancam sorrisos, mas não alteram em nada na minha evolução, por que o meu tesouro maior não é visto a olho nu.
Eu fiz essas montagens, por que estou em processo de mudança psicológica e física, e sei que essas mudanças serão a longo prazo, mas acontecerão, por que amor próprio não é aceitar meu corpo como ele é, amor próprio é entender que mudanças são necessárias para uma qualidade de vida melhor, e quem verdadeiramente se ama, quer viver mais e melhor.
Eu fiz essas montagens para que possamos entender que beleza não está na aparência, quem é bonito é bonito gordo, magro, velho ou novo. Não importa o que acontece a beleza estará ali, por que não tem muito a ver com o tipo físico ou com os traços e formas, ainda que existam pessoas que só conseguem nos avaliar dessa forma, mas quem se importa com pessoas feias assim?
Eu fiz essas montagens, com o desejo de despertar em você a sua evolução interior, e o seu desapego pelas formas físicas. Que você deixe de julgar as pessoas por aquilo que as aparências mostram, que você pare de se comparar, e de comparar os outros, que você entenda que não existem padrões, nem rótulos, que você se aceite pelo que você é e aceite o outro pelo mesmo motivo, e que você esteja sempre aberto a mudanças que possam te beneficiar.
Podemos manipular fotos e imagens com um programa de computador chamado Photoshop, mas para alterar um caráter só existe um programa chamado Deus.
Amor próprio, é amar quem você, e não como você é!







2 comentários:

Michele Batista disse...

uhuuuu!!!
Falou tudo!!
Vc é linda, blog lindo!!
Adorei, beijinho!!

Nanda Assis disse...

Fico feliz por ter comentado. Agradeço mto. Bjos.


Look do Dia

Vídeos

Notícias

Viagens

Receitas

Dicas

Eventos
DESIGN E ADAPTAÇÃO:

© Ícones das Categorias
© Data Personalizada
© Comentários